Saúde

Exercícios para os olhos: conheça dicas que ajudarão sua visão!

Que os exercícios físicos são benéficos para o corpo e mente, todo mundo sabe. Mas uma atividade pouco conhecida são os exercícios para os olhos! Essa prática existe há mais de um século e, ao longo dos anos, vem se mostrando cada vez mais necessária.

Com o tempo que dedicamos em frente às telas e o estresse do dia a dia, tem sido cada vez mais comum o diagnóstico de problemas oculares. Para resolvê-los, obviamente, é preciso o apoio do oftalmologista – mas a prática de exercícios para os olhos podem ajudar a prevenir e amenizar os sintomas. 

Pensando nisso, separamos uma lista com oito atividades fáceis de aplicar na sua rotina. Considere fazê-la ao longo do dia, mesmo que não tenha contato prolongado com as telas. Essa prática pretende relaxar a musculatura e melhorar a circulação sanguínea na região.

Relaxe os músculos: para começar, feche os olhos e faça três respirações profundas. Isso ajuda a aliviar a tensão de todo o corpo e nos deixa mais focados para as atividades que estão por vir.

Feche e abra os olhos lentamente: aqui, a ideia não é um simples piscar. Foque no movimento e tente ficar cinco segundos com os olhos fechados e mais cinco com eles abertos – repita a ação oito vezes. Essa prática estimula a circulação no local.

Massageie a região: com os olhos fechados, use o dedo indicador para massagear a pálpebra sem aplicar pressão. Tal atividade ajuda a oxigenar as células oculares.

Foque para todas as direções: primeiro, com os olhos abertos, lentamente faça um movimento circular – olhe para a esquerda, para cima, para direita e então para baixo. Depois, faça o mesmo com os olhos fechados. É importante não mexer a cabeça durante o processo, que deve ser repetido quatro vezes. Isso é especialmente útil para relaxar após uma situação estressante.

Pratique o palming: sente-se em um local confortável e apoie os cotovelos na mesa. Com os olhos fechados, pressione levemente a palma da mão por cima das pálpebras. Depois de alguns segundos, imagine um local muito escuro. Mantenha-se assim por dois minutos – essa prática ajuda a relaxar todo o corpo.

Estimule a adaptação: posicione o dedo indicador na ponta do nariz. Olhe concentradamente para ele e, aos poucos, vá estendendo o braço. Faça esse movimento de ir e voltar com a mão por 1 minuto e mantenha os olhos sempre atentos ao processo. Isso auxilia a visão a se adaptar a curtas e longas distâncias.
Mude o movimento: esse exercício segue a mesma ideia do anterior – o que muda é a direção do dedo. Estique o braço e vá do lado esquerdo para o direito. Mantenha isso por 1 minuto, sempre com os olhos focados no processo.

Ouça o post
Voiced by Amazon Polly

O artigo escrito por:

Profissional com sólidos conhecimentos técnicos que estão alinhados com sua experiência prática. Atua no segmento oftalmológico a mais de 20 anos. Focando principalmente em alternativas diferenciadas e inovadoras nas suas funções. Esse conjunto de características oferece aos clientes uma relação perfeita entre a córnea e os diversos tipos de lentes de contato. Trazendo ao usuário o máximo de qualidade a sua visão.“ Tenho como princípio básico que a personalização do atendimento leva a excelência”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.