Lentes de contato

Ceratite por Acanthamoeba

Apesar de ser uma doença rara, a ceratite por Acanthamoeba é uma infecção gravíssima, que pode ter sérias consequências na córnea se não for tratada a tempo. Felizmente, ela pode ser evitada com alguns cuidados e atenção redobrada, especialmente para aqueles que usam lentes de contato.

Continue lendo e saiba mais sobre a ceratite causada pelo protozoário Acanthamoeba spp, quais os principais sintomas e como se prevenir!

O que é ceratite?

Antes de mais nada, é importante começar explicando um pouco mais sobre a ceratite: também conhecida como queratite, consiste na infecção da córnea, a parte transparente do olho que tem como principal função focar a luz para a retina. A ceratite pode ter diversos graus de gravidade, bem como modos de contaminação e causas diferentes.

A infecção pode ser por conta de fungos, bactérias, vírus ou parasitas – e dependendo de qual o meio contraído, os sintomas podem variar e o tratamento é direcionado. Afinal, a gravidade do quadro está correlacionada ao meio de contaminação.

Se for tratada de maneira correta e com diagnóstico precoce, a ceratite pode ser facilmente resolvida. No entanto, a doença também pode acarretar na perda da visão em casos mais graves, ou a necessidade de um transplante de córnea.

O que é ceratite por Acanthamoeba?

Olho com CeratiteA ceratite por Acanthamoeba é um dos tipos mais graves de ceratite, causada pelo protozoário Acanthamoeba spp. Apesar de relativamente rara, ela pode ter consequências gravíssimas e causar até mesmo a perda da visão!

Como alguém pode ser infectado por esse protozoário? Esses microrganismos estão disseminados no ambiente, especialmente na água (doce ou salgada). Isso inclui também a água do mar, de piscinas, torneiras, hidromassagens ou até mesmo na água potável.

A ceratite por Acanthamoeba pode acontecer através do contato do protozoário com cortes e outros traumas nos olhos, exposição à água contaminada ou através da higiene precária durante a rotina de cuidados com os olhos. Para quem usa lentes de contato, o perigo é ainda maior: como geralmente são compostas de um tecido gelatinoso que absorve água facilmente e se mantém em contato com os olhos durante longos períodos, as lentes de contato são um ambiente propício para a contaminação.
O descuido com a higiene das mãos ao manusear as lentes de contato também ajuda a aumentar os riscos da infecção. Apesar de rara, essa doença tem preocupado cada vez mais os especialistas do mundo todo, pois os números têm aumentado com o passar dos anos.

No Brasil, os primeiros casos apareceram há cerca de 30 anos. A ceratite por Acanthamoeba spp é caso sério: alguns especialistas consideram como a pior infecção que alguém pode pegar nos olhos. Isso porque é uma doença violenta, que pode levar à perda do globo ocular. Cerca de um quarto dos pacientes afetados acabam com menos de 25% da visão ou ficam cegos após o tratamento prolongado, que pode levar quase um anos.

Num geral, cerca de 25% dos casos requerem transplante de córnea e algumas situações chegam a retirar o globo ocular e substituí-lo por uma prótese de acrílico ou olho de vidro. Existem mais chances de sucesso no tratamento quando a infecção começa a ser tratada nas primeiras duas semanas.

Os principais sintomas

Os sintomas da ceratite por Acanthamoeba também não auxiliam no diagnóstico precoce, pois são comuns em muitas outras doenças oculares menos graves:

  • Ardência e/ou coceira;
  • Desconforto e sensação de ter alguma coisa dentro do olho;
  • Sensibilidade à luz (fotofobia) e lacrimação em um ou nos dois olhos;
  • Vermelhidão e/ou dor nos olhos;
  • Dores de cabeça;

Porém, a situação vai piorando aos poucos e a dor se torna intensa. Por isso, se sentir algum desses sintomas não ignore! Consulte seu médico o mais rápido possível e relate se você nadou ou se limpou as lentes de contato com água da torneira, por exemplo. Qualquer informação pode ajudar no diagnóstico, que pode ser difícil.

Os tratamentos disponíveis atualmente são longos e nem sempre eficazes – por isso, o diagnóstico precoce pode salvar sua saúde ocular! Feito com uso de colírios e antibióticos, o tratamento pode levar até dez meses. Em casos mais graves, a última solução é realizar um transplante de córnea.

Além disso, essa infecção pode ter outras consequências graves como glaucoma, catarata, inflamação da esclera e da retina, queda da pálpebra e até cegueira.

Como prevenir a ceratite por Acanthamoeba?

Para evitar a contaminação pelo protozoário Acanthamoeba spp, o mais importante é não expor os olhos à água, especialmente quando estiver de lentes de contato e ter muito cuidado com a higiene ocular (e das mãos, principalmente ao colocar e retirar as lentes de contato).

Aqui vão algumas outras dicas para quem usa lentes de contato:

Use o método de “esfregar e enxaguar” ao limpar suas lentes de contato com a solução higienizadora;
Substitua o estojo das lentes de contato de três em três meses, pelo menos;
Sempre utilize uma solução de limpeza nova – nunca misture a solução antiga com a nova;
Siga as orientações do oftalmologista quanto aos cuidados com as lentes de contato;
Respeite os prazos de validade e substituição das lentes de contato e da solução de limpeza indicados pelo fabricante.

Além disso, muito cuidado ao usar lentes de contato na praia ou na piscina – evite também tomar banho usando lentes de contato!

Mas lembre-se: a ceratite por Acanthamoeba também pode atacar pessoas que não usam lentes. O cuidado e higiene se aplicam a todos. E não deixe de visitar seu oftalmologista periodicamente, a prevenção é o melhor tratamento.

Ouça o post
Voiced by Amazon Polly

O artigo escrito por:

Profissional Técnica Óptica, é formada em Técnico Óptico no Senac Tiradentes e tem mais de 18 anos de experiência na área. Tem conhecimentos avançados sobre lentes de contato, podendo facilmente identificar, interpretar e aplicar tecnologias disponíveis para adaptação de lentes de contato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.