mulher lavando o rosto no chuveiro
Lentes de contato

Pode tomar banho de lentes de contato?

As lentes de contato são muito populares, especialmente por serem práticas. No entanto, essa praticidade exige certos cuidados especiais para que a saúde ocular não seja prejudicada. Porém, ainda existem pessoas que têm dificuldade de retirar ou recolocar as lentes, e acabam usando-as por um período maior do que o indicado ou, até mesmo, durante o banho.

Esse hábito não é nada saudável para a saúde ocular e, se você faz isso, sugerimos que leia o post abaixo com atenção e pare de tomar banho usando lentes de contato.

Posso tomar banho usando lentes de contato?

Tomar banho com lentes de contato não é recomendado, tanto do ponto de vista da saúde quanto da conservação das lentes. Você pode, sim, usar lentes de contato na piscina ou no mar, desde que sejam lentes de descarte diário e você faça a troca a cada dia e tome alguns outros cuidados específicos que você pode conferir clicando aqui.

Porém, banhos frequentes sem retirar as lentes de contato (especialmente as lentes que não são de descarte diário) propiciam o aparecimento de infecções por bactérias e outros microrganismos, comprometendo a sua visão.

Quais são os riscos ao tomar banho usando lentes de contato?

Como as lentes de contato são compostas de um tecido gelatinoso que absorve água facilmente, a água de qualquer fonte (chuveiro, torneira, piscina etc.) pode estar contaminada com diversas bactérias, fungos ou outros microrganismos, causando doenças nos olhos. Outro agravante é o fato de que, se contaminada, a lente fica em contato prolongado com os olhos, aumentando as chances de infecção.

Além disso, a superfície dos olhos é bem sensível e propensa a irritações e infecções oculares, especialmente com o uso de lentes de contato.

Que doenças posso contrair ao tomar banho de lentes de contato?

Geralmente, os problemas causadas pelo uso incorreto de lentes de contato (incluindo banhos) se manifestam na forma de infecções como a ceratite – nome dado à infecção da córnea – ou, em casos mais graves, uma úlcera corneana.

Um exemplo é o caso do protozoário Acanthamoeba polyga, que pode causar ceratite. Em casos extremos, a ceratite pode levar à cegueira se não tratada adequadamente.

Apesar de não ser um problema comum, a ceratite é muito mais comum em usuários de lentes de contato. Especialmente as lentes de uso prolongado, como as de silicone hidrogel. Quando é diagnosticado nos estágios iniciais, a ceratite pode ser tratada rapidamente, sem complicações.

Porém, em casos mais graves as complicações oculares podem ser irreversíveis, incluindo perfurações na córnea e comprometimento irreversível da visão.

Como evitar infecções oculares pelo uso de lentes de contato?

Na maioria dos casos, as contaminações nas lentes de contato podem ser evitadas com alguns cuidados básicos.

O primeiro é remover corretamente as lentes antes do contato com a água no banho, e também retirá-las antes de dormir.

Sempre guarde-as no estojo com a solução adequada para higienizar suas lentes de contato, e evite guardar o estojo e as caixas de lentes novas no banheiro, pois é um local úmido que propicia a proliferação dos microrganismos patológicos.

A prevenção é o melhor cuidado para a sua saúde ocular! Em caso de irritação nos olhos ou qualquer sintoma estranho, consulte seu oftalmologista o mais rápido possível

Ouça o post
Voiced by Amazon Polly

O artigo escrito por:

Profissional com sólidos conhecimentos técnicos que estão alinhados com sua experiência prática. Atua no segmento oftalmológico a mais de 20 anos. Focando principalmente em alternativas diferenciadas e inovadoras nas suas funções. Esse conjunto de características oferece aos clientes uma relação perfeita entre a córnea e os diversos tipos de lentes de contato. Trazendo ao usuário o máximo de qualidade a sua visão.“ Tenho como princípio básico que a personalização do atendimento leva a excelência”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.