Doenças oculares

O que é ceratite ocular?

As doenças oculares devem ser tratadas com seriedade e de acordo com a gravidade e tipo de problema, afinal é fundamental observar os sintomas e realizar os procedimentos corretos caso a caso. É o que acontece com a ceratite ocular… Já ouviu falar?

Imagem: www.cbo.net.br

Imagem: www.cbo.net.br

Inflamação na córnea, a ceratite ataca esta importante proteção externa dos olhos que tem papel fundamental na refração e transmissão de luz. A ceratite ocular é uma das principais doenças associadas à superfície do globo ocular. Mas afinal, como ocorre a ceratite? A maioria dos casos é provocada por microorganismos, abuso de medicamentos sem auxílio médico, traumas e devido à exposição massiva à luz UV (ultravioleta). Outras doenças, não relacionadas aos olhos, também podem favorecer o surgimento da ceratite ocular.

A ceratite é uma doença ocular que avança rapidamente e pode levar à pessoa a diversos problemas, como perda na qualidade da visão e até mesmo cegueira completa. Por isso, é fundamental ficar atento aos sintomas e também aos tratamentos mais indicados nos casos de ceratite ocular.

Principais sintomas e como tratar a ceratite ocular

Visão borrada, sensibilidade excessiva à luz, sensação de corpo estranho nos olhos, vermelhidão acentuada, lacrimejamento constante e dor além do habitual… São alguns dos principais sintomas da ceratite ocular. Neste ponto é importante reforçar a atenção para quem usa lentes de contato, óculos e produtos para desinfecção de lentes. O motivo? A ceratite é uma doença ocular proveniente de vírus, fungos, bactérias e amebas. As ceratites podem ser divididas em três categorias: Ceratite Herpética (provocada por vírus), Ceratite Bacteriana (provocada por bactérias ou fungos) e Ceratite Acanthamoeba (provocada por parasitas).

Sobre os tratamentos mais indicados, o primeiro passo é consultar um especialista em doenças oculares e iniciar os procedimentos dentro do que for estabelecido, ou seja, nada de automedicação, combinado? Normalmente são utilizadas pomadas oftálmicas, ou colírios, dependendo da gravidade da ceratite ocular. O uso de óculos de sol ao sair de casa também é uma boa dica para pacientes que passam por tratamentos, assim como evitar ao máximo o uso de lentes de contato. Em casos mais graves e que não são solucionados com pomadas ou colírios, como em quadros avançados de ceratite Acanthamoeba, cirurgias podem ser necessárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.