Curiosidades

Como funciona a cirurgia de hipermetropia?

 

Caracterizada pela dificuldade em focalizar objetos localizados próximos aos olhos, a hipermetropia é bastante comum. Geralmente corrigido como uso de óculos e lentes de contato, o erro de refração pode ter solução definitiva a partir de procedimentos cirúrgicos.

Bastante simples, a cirurgia de hipermetropia a laser é realizada no âmbito ambulatorial e pode ser do tipo LASIK ou PRK. No primeiro tipo, mais utilizado para corrigir graus maiores, o laser é aplicado nas camadas intermediárias da córnea e não há necessidade de utilizar lentes terapêuticas. Já no PRK, procedimento que vaporiza as camadas superficiais da córnea alterando sua curvatura, é preciso ter mais cuidado no pós operatório, que exige o uso de lentes.  

Executada apenas com o uso de colírios anestésicos, a cirurgia refrativa para hipermetropia é rápida e dura cerca de 10 minutos, após os quais o paciente pode voltar para casa normalmente, fazendo uso de analgésicos e colírios receitados pelo médico.  

Indicações

Apesar de simples, a cirurgia de hipermetropia é indicada para pessoas com idade entre 18 e 40 anos. A idade é importante porque crianças e adolescentes passam por um processo de desenvolvimento que altera a condição ocular, enquanto adultos e idosos podem acabar desenvolvendo outras patologias que influenciam na visão, como a vista cansada.

Ouça o post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *