Doenças oculares

Descolamento de retina: Como tratar.

Antes de falarmos sobre descolamento de retina e como tratar, precisamos entender qual a função da retina em nosso sistema visual. A retina é uma fina camada responsável por captar as informações externas e transmiti-las ao nervo óptico. Nela existem receptores fotossensíveis que convertem a imagem por impulsos elétricos.

A retina é presa pelo vítreo, uma substância gelatinosa e transparente presente na maior parte do globo ocular. O humor vítreo e a retina ficam encostados, mantendo a retina na posição adequada para garantir as estruturas da visão, nutrientes e suporte para o bom funcionamento dos olhos. 

Ao longo dos anos, o humor vítreo – nossa substância gelatinosa –  muda sua composição. Esse fator coloca os idosos como o principal grupo de risco para essa condição, mas não são os únicos que sofrem deste mal. Continue lendo nosso blog e veja como tratar o deslocamento da retina. 

Causas

O descolamento da retina, como visto acima, é grave! Ela altera a sua visão, uma das partes mais importantes para a sobrevivência humana. Conheça agora algumas das causas para essa condição:

  • Degeneração do vítreo

Resultado do próprio corpo, a degeneração do humor vítreo é fator determinante para o descolamento da retina. Como visto anteriormente, essa condição é mais comum a partir dos 40 anos de idade, sendo necessário ficar atento aos sintomas que sua visão lhe dá. 

Caso você tenha alguns dos sintomas que citarei no próximo tópico, procure um médico oftalmologista para diagnosticá-lo o mais rápido possível, evitando assim cirurgias desnecessárias. 

  • Míopes

Devido ao tamanho do globo ocular dos míopes, a retina é naturalmente esticada, tornando-a mais frágil e propensa a ter rasgaduras. Tem quem diga que o problema é relacionado a lentes, mas isso é mito. 

  • Quimioterapia

A quimioterapia, tratamento para destruir células cancerígenas, pode alterar a composição do humor vítreo. Essa condição pode fazer com que o processo natural do olho acelere, necessitando realizar exames após a cura do câncer.

  • Fatores externos

O descolamento da retina pode acontecer por acontecimentos externos que expõe o olho a certos perigos. Tomar uma bolada em um jogo, levar um soco ou saltar de paraquedas pode acarretar nessa condição! 

Há também outras causas para o descolamento da retina como:

  • Cirurgia anterior de catarata;
  • Diabetes;
  • Processos inflamatórios;
  • Histórico familiar;
  • Trauma nos olhos ou face;
  • Entre outros.  

Sintomas

O descolamento da retina, diferente de muitos outros problemas oculares, não está relacionado a presença de dor. Algumas características do descolamento são marcantes como os seguintes:

Esse sintoma não é necessariamente apenas do descolamento da retina, porém se você estiver com a sensação de que há moscas voando em sua visão, preste atenção aos demais sintomas e as causas citadas acima. Caso você esteja em algum grupo de risco, procure um médico oftalmologista.

  • Flashes de luzes ou faíscas

Mais facilmente identificado em um fundo escuro, flashes de luzes e faíscas na visão podem ser um sinal de descolamento de retina. Quando estiver com esse sintoma, não use colírio sem prescrição médica. Ele mascara os sintomas e no caso do descolamento, pode até piorar. 

  • Visão turva ou embaçada

Esse sintoma é como se a visão estivesse com um efeito de sombra, além de enxergar um sombra central ou periférica dependendo da região afetada. Essa condição pode progredir e avançar para outras áreas da visão.

Diagnóstico e tratamento

Para identificar se realmente os sintomas citados acima é derivado do descolamento da retina, é necessário realizar o exame de mapeamento da retina. Esse procedimento consiste em dilatar a pupila por meio de colírio e avaliar o fundo do olho com uma lente de aumento. 

Diagnosticado o deslocamento da retina, é preciso agora entender a gravidade da situação. Em casos que não estiver desgrudando completamente, o tratamento é realizado com laser! A técnica utilizada prevê queimar a parte fragilizada, promovendo uma cicatrização que fecha o rasgo deixado pelo humor vítreo.

Mas caso o diagnóstico seja o descolamento total da retina, o tratamento é apenas com cirurgia, que visa pregar a retina no fundo do olho. Esse processo faz os receptores funcionarem novamente, extinguindo o risco da perda de visão, uma vez que os nutrientes voltaram a chegar nos receptores responsáveis pelo sistema visual. 

Agora você já sabe o que é descolamento de retina e como tratar, certo? É necessário tomar cuidado com as principais causas e ficar atento aos sintomas! Quanto antes você diagnosticar o problema, maiores as chances de você não necessitar de cirurgia. Vá ao seu médico oftalmologista de confiança e faça exames regularmente. 

Ouça o post

O artigo escrito por:

Profissional Técnica Óptica, é formada em Técnico Óptico no Senac Tiradentes e tem mais de 18 anos de experiência na área. Tem conhecimentos avançados sobre lentes de contato, podendo facilmente identificar, interpretar e aplicar tecnologias disponíveis para adaptação de lentes de contato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.