Saúde

Dor no fundo dos olhos pode ser dengue!

Doenças como a dengue têm diversos sintomas e consequências ao corpo humano, e não seria diferente com a saúde ocular. Um dos sintomas mais conhecidos é a dor no fundo dos olhos, febre alta, manchas pelo corpo, náuseas e por aí vai! Após a picada, o paciente percebe os primeiros sinais da contração da doença em três dias, sendo necessário ficar atento a evolução dos sintomas para ajudar o médico na identificação da dengue.

Essa doença é um problema de saúde pública no Brasil. 

A dengue é uma doença perigosa, pois diminui os níveis de glóbulos brancos e as plaquetas do nosso sangue. Isto significa a defesa de nosso corpo contra infecções. A doença pode se dividir em dois, a dengue comum e a hemorrágica, sendo a segunda mais potente devido a recorrência da condição.

Alguns sintomas principais dessa doença são:

  • Febre alta;
  • Dor de cabeça;
  • Dor no fundo dos olhos;
  • Manchas vermelhas na pele;
  • Enjoos e vômitos;
  • Mal-estar e cansaço extremo;
  • Dor abdominal.

Se você for infectado duas vezes pela doença, os vasos sanguíneos se lesionam muito mais, devido a baixa quantidade de plaquetas que são responsáveis pela coagulação e cicatrização dos vasos, causando hemorragia. Os sintomas dessa condição, além das citadas acima, são:

  • Confusão mental;
  • Olhos vermelhos;
  • Agitação e sonolência;
  • Sangramentos pelo nariz e gengiva;
  • Vômitos persistentes;
  • Urina com sangue.

Mas como a dengue, além da dor no fundo dos olhos, podem afetar nossa visão? Continue lendo!

Como a dengue afeta nossa visão

Um dos maiores perigos da dengue a nossa saúde ocular é a falta de sintomas, prejudicando o diagnóstico precoce e sendo capaz de causar distúrbios graves. O ideal é consultar um médico oftalmologista dentro do período de 7 dias após a infecção pelo vírus do mosquito Aedes Aegypti. 

As principais condições decorrentes dessa doença são: neurite óptica, trombose ocular e derrame ocular. Vamos falar especificamente de cada uma delas.

Neurite óptica

É uma inflamação no nervo óptico, bloqueando a transmissão de imagens do olho para o cérebro. O principal sintoma dessa condição é a dor ao movimentar os olhos, e pode causar a perda da visão ou a capacidade de distinguir cores e distâncias.

Trombose ocular

A dengue hemorrágica, além de diminuir as plaquetas do sangue, aumenta o nível de leucócitos – glóbulos brancos. Esse aumento resulta na trombose ocular! Essa condição leva ao entupimento da veia central da retina, e essa interrupção ao fluxo do sangue pode causar hemorragias nos olhos e inflamações. 

Seu principal sintoma está na perda ou embaçamento da visão sem apresentar dores! Ele acarreta, às vezes, na perda total da visão totalmente imperceptível.

Derrame ocular

Pelo mesmo motivo da trombose, o alto nível de glóbulos brancos também provoca derrame ocular. Essa condição se dá pela obstrução dos vasos do olho.

Em todos os casos, a condição se dá pelas consequências derivadas da picada do mosquito, sendo assim, necessário extremo cuidado com focos de água parada em sua casa ou trabalho. Caso você seja infectado pelo vírus, vá a um médico oftalmologista e previna-se!

Ouça o post

O artigo escrito por:

Profissional Técnica Óptica, é formada em Técnico Óptico no Senac Tiradentes e tem mais de 18 anos de experiência na área. Tem conhecimentos avançados sobre lentes de contato, podendo facilmente identificar, interpretar e aplicar tecnologias disponíveis para adaptação de lentes de contato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.