Notícias

Deficientes visuais ganham autonomia com a ajuda de óculos especiais

orcam dá autonomia a deficientes visuais

Estamos vivendo o futuro e isso é ótimo: já existe uma tecnologia capaz de “ler” placas de rua, livros, cardápios e telas de smartphone! Batizada de OrCam MyEye, o dispositivo de visão artificial pode mudar a vida dos mais de 6,5 milhões de brasileiros que convivem com alguma deficiência visual, tornando-os mais independentes.

Deste total, mais de 500 mil indivíduos são incapazes de enxergar; e mais de 6 milhões têm dificuldade permanente para enxergar, a baixa visão.

Como funciona o OrCam MyEye?

Orcam MyEye pode ser facilmente acoplado à armação de óculos do usuário de forma discreta e possui uma câmera inteligente e intuitiva. Ativado por um gesto simples, como apontar o dedo ou pressionar seu único botão, o aparelho fotografa, escaneia e transforma instantaneamente textos impressos e digitais em áudio.

Leitura de placas de rua, mensagens de texto, telas do computador, livros, revistas…o aparelho portátil ajuda em diversas situações e em tempo real. Disponível em português e inglês, a tecnologia funciona sem a necessidade do acesso à internet e possui controle de velocidade, possibilitando a leitura de até 250 palavras por minuto, além de comandos para pausar, adiantar ou retroceder a leitura.

Além de ler as mais diversas superfícies – tanto impressos quanto digitais –, o aparelho também possui uma tecnologia de reconhecimento facial, o que ajuda o usuário a identificar as pessoas ao seu redor. É possível cadastrar até 100 rostos, e sempre que passar por uma pessoa cadastrada, o Orcam My Eye reconhece quem é e fala o nome da pessoa à sua frente.

O aparelho ainda identifica produtos por meio de códigos de barra, reconhece cores com um simples toque e, por ser dotado de leds, também funciona no escuro; além de reconhecer automaticamente notas de dinheiro (em real ou dólar). É possível ainda cadastrar até 200 produtos a serem reconhecidos.  

Em notícias e entrevistas, muitos usuários chegam a se emocionar ao utilizar o produto, pois um novo mundo “surge” diante deles. No site da distribuidora, é possível se cadastrar e agendar uma demonstração.

Qual o impacto dessa tecnologia?

Segundo o diretor da distribuidora da Orcam no Brasil, a Mais Autonomia Tecnologia Assistiva, “Cerca de 80% das atividades realizadas no dia a dia estão relacionadas à leitura. O Orcam MyEye proporciona, com o poder da visão artificial, a inclusão, ao oferecer acesso à informação disponível onde a pessoa estiver.”

Além de poderem executar com mais liberdade e autonomia tarefas cotidianas, a tecnologia também abre espaço para a inclusão de deficientes visuais no mercado de trabalho. Somente na grande São Paulo estima-se que haja pelo menos um milhão de pessoas com deficiência visual, e que apenas 4% das mesmas, ou seja, 40 mil, atuem no mercado de trabalho.

A autonomia é cultural também. Algumas bibliotecas ao redor do Brasil, como na cidade de São Paulo-SP e em Salvador-BA, já possuem algumas unidades do aparelho, para atender pessoas com deficiências visuais e tornar mais inclusivo o acesso destas pessoas às bibliotecas.

E não são apenas deficientes visuais que se beneficiam. Pessoas que sofrem com dislexia, síndrome de down e déficit de leitura também podem ganhar mais autonomia com os óculos especiais. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), 17% da população mundial tem dislexia e 5% sofre de TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade).

Quanto custa o OrCam MyEye?

No Brasil, o OrCam MyEye é vendido por R$14.900. Segundo a distribuidora, o valor pode ser financiado em até 60 vezes por linha de crédito do Governo Federal destinada ao financiamento de tecnologias assistivas. A expectativa da empresa é que o valor caia de acordo com o aumento da escala de produção.

Como surgiu a OrCam MyEye?

A empresa foi fundada pelos israelenses Amnon Shashua, professor da Universidade de Jerusalém e por Ziv Aviram, empreendedor. Eles idealizaram um carro autônomo, que não causasse acidentes, em 1999 e, durante suas pesquisas, conseguiram desenvolver um algoritmo que possibilita a detecção de objetos no campo da visão de uma câmera. Em 2010, a tecnologia foi aplicada para humanos por meio da startup OrCam MyEye.

Ouça o post
Voiced by Amazon Polly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.