Saúde

Quando visitar um oftalmologista?

Visitas ao oftalmologista devem ser feitas regularmente

Visitas ao oftalmologista devem ser feitas regularmente

Deixar de visitar o oftalmologista pode ser algo muito sério, para se ter uma idéia, uma das doenças mais comuns no Brasil é a catarata, e ocorre justamente porque o paciente demora pra diagnosticar a doença. Devemos lembrar que vivemos em um mundo cuja a linguagem exige cada vez mais dos nossos olhos, e muitas vezes deixamos para cuidar deles somente quando necessitamos mesmo.

Muita gente pensa que os problemas de visão só surgem com uma certa idade, mas a visão é coisa séria, e por isso deve ser observada desde o nascimento, para que se possa prevenir e tratar, certos problemas que podem surgir ao
longo da vida. O ideal é que visitemos o oftalmologistas regularmente, e pessoas acima de 40 anos ou que já tenham algum problema, o recomendado é que de 6 em 6 meses vá ao oftalmologista. Essas recomendações médicas
não só ajudam a prevenir, mas em alguns casos, é possível corrigir problemas refrativos com a retirada da catarata.

É importante também, que estejamos sempre atentos, façamos uma auto-observação, vista cansada, coceira nos olhos, dificuldade para focalizar imagens, irritação e lacrimejamento são alguns sintomas de problemas de visão e até mesmo alergia.

Existem problemas que surgem durante a fase de adolescência, e o principal deles é a dificuldade de ver de longe, miopia. Por isso, todo adolescente deve ficar atento se sente dores de cabeça constante ou se sente a vista cansada.

Os mais jovens, também costumam ficar mais tempo em frente ao computador, por isso, é importante que a cada uma hora “descanse” a vista. Existe um outro problema comum entre as crianças, a Ampliopia, mais conhecida por “olho preguiçoso”, ela pode ser curada até os 9 anos de idade com um simples “tapa-olho”, mas quando não ocorre o diagnostico precoce, o tratamento fica mais complicado, exigindo o uso de óculos para o resto da vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.