Saúde

Como uma simples foto com flash pode identificar câncer no olho

É comum que, em fotos com flash, as pessoas apareçam com os olhos avermelhados. Caso as pupilas apareçam esbranquiçadas ou com um brilho amarelado, porém, recomenda-se atenção: a diferença na cor pode ser sinal de algum problema ocular.

olho com reflexoImagem: © Depositphotos.com /Maks777

Isso acontece porque a luz disparada pelo flash chega ao interior do olho, que é avermelhado. Por esta razão, pessoas saudáveis geralmente aparecem com a pupila na cor vermelha em fotografias com flash. Quando há alterações no globo ocular, entretanto, a mudança de cor aparece na foto. Assim, fotos com flash são um meio de identificar alguns tipos de câncer de olho, por exemplo.

Outros problemas detectados com o flash são alterações na córnea — como leucoma —, alterações da retina (as chamadas retinopatias), infecções congênitas, astigmatismo acentuado e cataratas. O problema mais grave que pode ser identificado por meio do flash fotográfico é o retinoblastoma, um tipo de câncer que pode levar à perda da visão quando diagnosticado tardiamente.

O retinoblastoma não costuma causar dores e pode manifestar sintomas apenas quando chega a estágios muito avançados. Isso ocorre porque, como o globo ocular está localizado em uma cavidade, há espaço para que o tumor se desenvolva silenciosamente. Quando descoberto na fase inicial, é possível salvar a visão em cerca de metade dos pacientes.

É importante lembrar que um exame médico é sempre mais confiável. Por isso, é preciso consultar médicos oftalmologistas rotineiramente. Caso perceba alguma alteração no olho em suas fotos, a indicação é procurar um oftalmologista o mais rápido possível e fazer todos os exames indicados pelo profissional para analisar a situação de maneira correta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.