Doenças Oculares

Saiba como a cirurgia refrativa pode melhorar o desempenho dos atletas

Ter a noção de profundidade e a visão periférica comprometidas geram dificuldades para todos, mas quando falamos de um atleta, o problema pode ser ainda maior. Isso porque a visão é responsável por até 85% dos estímulos que recebemos, o que influencia diretamente o desempenho desses profissionais. .

 

Chamados erros de refração, essas distorções na visão ocorrem quando os feixes de luz que chegam ao globo ocular sofrem algum desvio provocado pelo formato do olho, fazendo com que as imagens percam sua nitidez. Apesar de geralmente serem corrigidos com o uso de óculos ou lentes de contato, a maior parte dos atletas ou não sabe que possuem algum problema, ou preferem praticar esportes sem lentes corretivas, que podem acabar se tornando inconvenientes durante a movimentação.

 

Se os óculos não corrigem todo o campo visual, são proibidos em algumas modalidades esportivas e ainda podem causar ferimentos caso haja algum impacto e as lentes podem ser desconfortáveis por causa do ressecamento ou do deslocamento, qual a melhor saída?

 

Bastante indicada principalmente para atletas já que pode melhorar a visão e, consequentemente, o desempenho deles sem que eles precisem usar lentes corretivas, as cirurgias refrativas são procedimentos rápidos, mas que podem ser realizados apenas em maiores de 21 anos que estão com o grau estabilizado há pelo menos um ano. Conheça quais são os tipos de cirurgia refrativa:

 

PRK

Sem cortes, a cirurgia consiste em uma aplicação de laser no tecido corneano superficial que mantém córnea mais resistente e induz menos ao olho seco. O excimer laser permite que a córnea seja modelada, corrigindo a miopia, hipermetropia e astigmatismo. O procedimento é rápido e o pós operatório exige que o paciente use uma lente de contato terapêutica, que costuma ser retirada após cinco dias, e colírios específicos para evitar infecções. A estabilização da visão geralmente ocorre entre 3 e 6 meses e o PRK é bastante indicado para quem pratica esportes que têm bastante impacto, como lutas, futebol e basquete.  

 

Lasik

Com resultados rápidos que costumam aparecer após apenas 24 horas, o procedimento também é feito com o excimer laser. Também indicado para miopia, hipermetropia e astigmatismo, a diferença do PRK é que o laser é aplicado em uma camada inferior da córnea, o que permite uma recuperação mais rápida. Essa intervenção é mais indicada para quem pratica esportes com menos impacto, como ciclistas e maratonistas.

 

Femtosecond

Técnica mais moderna e segura, é indicada para quem pratica esportes de baixo impacto e corrige miopia, hipermetropia e astigmatismo. A cirurgia funciona da mesma forma que a Lasik, mas a pulsação de lasers rápidos ajuda a manter até 30% do tecido da córnea intacto durante o procedimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *