Doenças Oculares

Hipermetropia infantil: você sabe como tratar?

Caracterizada pela dificuldade em enxergar objetos que estejam próximos, a hipermetropia é um erro de refração no qual a imagem se forma atrás da retina. Bastante comum, o problema afeta também as crianças e pode causar até mesmo a cegueira se não tratado corretamente, por isso, é importante estar atento para poder fazer o diagnóstico o quanto antes.

 

Sintomas

Os sintomas mais comuns são visão embaçada para objetos próximos, dores de cabeça, irritação nos olhos e cansaço ocular. Apesar de simples, esses sintomas podem ser difíceis de identificar em crianças, que nem sempre sabem dizer exatamente o que está se passando, por isso é importante prestar atenção em alguns sinais. Se seu filho apresentar dificuldade para fazer tarefas escolares, franzir muito a testa e apertar os olhos ao ler, preferir sempre brincar ao ar livre ou apresentar algum grau de estrabismo, é melhor levá-lo ao oftalmologista.   

 

Causas

A hipermetropia infantil está geralmente ligada a fatores genéticos, mas também pode se apresentar quando não há um histórico familiar do defeito de visão. Isso porque o cristalino pode acabar ficando deformado conforme a criança se desenvolve, causando o problema de visão.

 

Tratamentos

Assim que perceber alguns sintomas, é importante levar a criança a um oftalmologista de confiança, que vai indicar a melhor forma de tratamento. Facilmente corrigido com o uso de óculos ou lentes de contato, o grau pode oscilar bastante durante a infância, o que é normal. Vale redobrar a atenção em casos de estrabismo, uma vez que um dos olhos pode ficar “preguiçoso” e acabar perdendo a visão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *